Cólicas

Você tem horror ao início do seu período, pois sabe a dor que vai sentir?

Se você é assim, você nao é a única. A cólica – o nome médico é dismenorréia – é comum.

Mais de 50% das mulheres sofrem a cada mês e, aproxidamente, 25% estão tão afetadas que preciam repousar e faltam ao trabalho e aos estudos.

¿Que ocasiona a dor de ventre?

A cada mês, o recombrimento do útero ( o endométrio ) se desenvolve para receber uma possível gravidez. Se ela acontece´, o óvulo fertilizado adere ao recobrimento para ser nutrido enquanto se tranforma em um bebê. Se o óvulo não é fertilizado, o recobrimento não é necessário. Sendo assim, esse recobrimento se desfaz e um hormônio chamado prostaglandina é liberado. Esse hormônio faz com que as paredes do útero de contraiam e exprimam o seu recobrimento para fora. Esses músculos s ão os mesmos utilizados no momento do parto. ( ou seja, são extremamente fortes). Algumas mulheres podem ter níveis mais elevados de prostaglandina, o que ocasiona os espasmos musculares dolorosos conhecidos como cólica.

Retornar ao início
Que tipo de dor ela é?

Você pode sentir uma dor passageira ou muito forte durante seu período. Normalmente, a dor vem em espasmos, como pontadas.

Começando na parte baixa do abdômen e irradiando para cima, pela coluna vertebral, ou se concentrar na parte baixa das costas. Você pode se sentir enjoada , ter até mesmo diarréia ou vômito.

Apresentando esses sintomas, você deveria consultar seu médico. Algumas mulheres percebem que a dor se inicia com o começo do período e fica mais branda ou termina, quando o fluxo menstrual é iniciado. Mas, em algumas mulheres, a dor continua entre o segundo e até mesmo no terceiro dia do período.

Retornar ao início
O que você pode fazer para aliviar a dor?

Há muitas maneiras de se aliviar a cólica.

Deite-se e coloque uma bolsa térmica em seu abdômen. Você também pode tomar um gostoso banho quente.

Massagem também pode ser bastante útil para aliviar a cólica. Massageie seu abdômen e peça ajuda para alguém massagear suas costas. A prática de exercícios físicos nos dias que antecedem o início do seu período podem reduzir o nível de prostaglandina. O exercício também ajuda a aumentar a circulação sanguínea para a região pélvica, diminuindo o inchaço.

Retornar ao início
O que seu médico pode fazer por você?

Tratamentos hormonais: A mulher que não ovula ( ou seja, que não produz um óvulo maduro a cada mês) dificilmente sofre de cólica. Se, como a maioria das mulheres, você pode ovular, você pode pedir ao seu médico um tratamento hormonal para deter a ovulação. A pílula anticoncepcional é usada comumente para este propósito.

Anti-protaglandinas: esse tipo de medicamento pode ser prescrito pelo seu médico para deter o efeito do hormônio prostaglandina.

Cirurgia: No passado, muitas mulheres com problemas mentruais se submetiam a uma cirurgia chamada ¨D&C¨ ( Dilatação e Curetagem) para retirar parte do recobrimento do útero. Esta cirurgia, em particular, quase não é mais realizada hoje, mas quando alguma mulher sofre com severos problemas de menstruação, o médico pode indicar seu equivalente moderno, a ablação endometrial, que é o tratamento com laser.

Retornar ao Início
Quando reccorrer ao médico

A cólica é ocasionada ou piorada em determinadas circunstâncias. Isto é conhecido como dismenorréia secundária. Se , de repente, você começa a sentir mais dor do que o comum ou percebe alguma mudança brusca em seu período, você deve cosnultar seu médico. As mulheres mais velhas, em especial, devem ter atenção especial se sua dor não responde ao tratamento.

Retornar ao início
Endometriose

A endometriose acontece quando algumas células do recobrimento uterino se desprendem a outras áreas do corpo, onde ocasionam irritação e dor.

Sintomas: dor abdominal aguda assim como cólica menstrual; relação sexual dolorosa.

Tratamento: o tratamento hormonal é o mais comum, embora, em alguns casos graves, o médico possa recomendar cirurgia.

Retornar ao início
Fibromas

Os fibromas são tumores uterinos benignos.

Sintomas: dor difusa no abdômen: estômago inchado, mentruação dolorosa e com muito sangue.

Tratamento: depende de onde se encontram os fibromas e seu tamanho. As vezes não reqeurem tratamento. Os fibromas crescem em resposta ao estrógeno quando este hormônio diminui depois da menopausa. Algumas vezes esses tumores se retraem e desaparecem. Pode-se considerar uma histerectomia (remoção cirúrgica do útero) se os sintomas são muito graves.

Retornar ao início
Enfermidade Pélvica Inflamatória (EPI)

A EPI (Enfermidade Pélvica Inflamatória ) se refere a uma inflamação por um período prolongado de qualquer órgão pélvico, geralmente ocasionado por uma infecção.

Sintomas: Relação sexual dolorosa, períodos dolorosos e com muito sangramento.

Tratamento: Geralmente são indicados anti-bióticos.

Você não pode diagnositcar nenhum desses problemas sozinha! Portanto, sempre consulte seu médico caso perceba algum sintoma incomum.

Retornar ao início
Dor da ovulação

A dor da ovulação é sentida por algumas mulheres aproximadamente na metade do ciclo menstrual – normalmente de 12 a 16 dias depois da menstruação. A dor ocorre apenas de um lado e de forma aguda, na parte baixa do abdômen. Pode durar apenas alguns minutos ou, em alguns casos, por horas. A dor é causada pelo óvulo saindo do ovário. Se for necessário, um analgésico suave pode ajudar.

Retornar ao início
Há esperança

Você pode ficar tranquila, porque com o passar dos anos e também com a gravidez, as cólicas tendem a ser mais brandas ou desaparecer1

Retornar ao início

1 MayoClinic.com, "Menstrual Cramps (Dysmenorrhea)," Mayo Foundation for Medical Education and Research, 2005.

PRIVACIDADE BBB OnLine